Em tempos de pandemia e crise no setor cultural, Santos Film Fest é evento de resistência que se reinventa e leva o Cinema a todos os cantos do Brasil

Pandemia, isolamento social, cortes no setor cultural. Esses e tantos outros obstáculos que vem acontecendo esse ano poderiam impedir, entre outras coisas, as manifestações artísticas e culturais, mas o Santos Film Fest (que chega em 2020 a sua 5ª edição) mostrou-se mais do que um festival cultural ou cinematográfico: um evento de resistência.

Último dia do Santos Film Fest é marcado com muito bate-papo, filmes, workshops, música e premiação

O 8º - e último dia – do Santos Film Fest foi repleto de bate-papo, exibição de filmes, workshop, música, cerimônia de encerramento e premiação.No bate-papo com realizadores, participaram: os cineastas Lívia Sampaio (“Tranças”), Filipe Ruffato (que divide a direção do curta-metragem “Sofia” com Gonçalo Viana), Flávio Colombini (“Surpresas”), Victor Percy (“Um Dia Frio”), Diego... Continuar Lendo →

Santos Film Fest chegando à reta final com muito bate-papo, filmes e música

O 7º - e penúltimo – dia do 5 Santos Film Fest teve diversas atividades normativas e culturais como: bate-papos, workshop, exibição de filmes e apresentação musical.O bate-papo com realizadores contou com a presença dos cineastas: Marcela Morê (documentário “Rosa Vênus”), Antônio Fargoni (curta-metragem “No Oco do Tempo”), Larissa Nepomuceno (documentário de curta-metragem, “Seremos Ouvidas”),... Continuar Lendo →

6º dia do festival com muito bate-papo, workshop e exibição de filmes

O 6º dia do 5º Santos Film Fest começou com um bate-papo com realizadores e contou com a presença de Hiro Ishikawa (que divide a direção do documentário “A Plebe é Rude”, com Diego da Costa), o estudante de Cinema e Audiovisual, Thomas Aguina (que dirige o curta-metragem, “Projeção”), Lucio Branco (diretor do curta, “NC5 Contra a Lei do Impedimento"), Xavier Plassat, frade dominicano da Comissão Pastoral da Terra (representando o diretor do documentário “Servidão”, Renato Barbieri do qual participa) e o diretor e documentarista Eduardo Rajabally (que apresenta o seu “Um Presente à Prova de Futuro”).

Bate-papo sobre a retomada do cinema nacional e exibição de filmes em competição são alguns dos destaques do 5º dia do Santos Film Fest

Com a participação de Gabriel Vilela (que divide a direção com José Eduardo no documentário “Não tem Arrego”), Bruna Santos e Dalila Ramos (que participam da Oficina Querô e dividem a direção do documentário “Mulheres de Fé”), Rafael Lobo, co-diretor do curta-metragem “Luiz Humberto: O Olhar Possível” (que divide a direção com a falecida, Mariana Costa), Bernardo Barreto (diretor de “O Buscador”, que participou do bate-papo junto com o ator Pierre Santos) e Angela Zoé (que dirigiu “O samba é Primo do Jazz”, documentário sobre a trajetória musical da cantora Alcione).

WordPress.com.

Acima ↑