Santos Film Fest divulga programação completa

O Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos realiza, de 16 a 23 de março, uma edição especial online e gratuita. Nesta quarta-feira, 3 de março, foram anunciados os 73 filmes da programação, entre curtas e longas, nacionais e estrangeiros, todos dirigidos ou produzidos por mulheres. A Mostra Nacional conta com 12 longas-metragens e 12 curtas-metragens; a Mostra Estrangeira reúne quatro longas e sete curtas de países como Argentina, Uruguai, Peru, Portugal e Cuba; a Mostra Humanidades conta com 15 longas e 13 curtas; e a Mostra Regional Baixada Santista apresenta oito obras. homenageada Adelia Sampaio será lembrada em duas sessões duplas com o curta-metragem Denúncia Vazia (1979) e o longa Amor Maldito (1984), primeiro filme lésbico do país.

O documentário Meu Nome é Jacque, de Angela Zoé, será exibido em sessão hors concours, e o drama Asilo – A Última Curva da Vida, de João Normando e Mari Cardoso ficará disponível em sessão especial. Vale ressaltar que os longas-metragens das mostras nacional e estrangeira terão duas exibições cada em horários disponíveis abaixo. Todos os demais filmes ficarão liberados, em tempo integral, da 0h01 de 17 de março até as 15h de 23 de março.

Na homenagem à Adelia, além da presença da diretora na abertura, dia 16 de março, 19h30, pelas redes sociais do festival (www.facebook.com/santosfilmfest e www.youtube.com/santosfilmfest) e pelo canal do Sesc Santos, com mediação de Paula Azenha (diretora do SFF) e a cineasta Vitória Felipe, será lançado um ebook pela Coleção Santos Film Fest intitulado Adelia Sampaio: O Segredo da Rosa, com 126 páginas, no qual a cineasta relembra sua trajetória de vida, carreira e conta curiosidades. Dentro dessa coleção ainda será relançado o livro Rubens Ewald Filho: Vida de Cinema!, com uma entrevista biográfica do crítico de cinema santista, lançada originalmente no festival, em 2018, quando ele foi homenageado, e esgotada.

Para saber mais da homenagem à Adelia, acesse aqui. Sobre as atividades formativas, confira a programação e conheça os currículos dos profissionais envolvidos. Já os perfis dos jurados podem ser conferidos aqui.

“A seleção de filmes resultou num panorama muito interessante da produção audiovisual realizada por mulheres no país, de jovens cineastas até as mais experientes e premiadas”, explica o diretor do festival André Azenha. “Focamos em filmes dirigidos ou produzidos por mulheres por entendermos ser importante ressaltarmos mulheres em funções de comando no audiovisual brasileiro, e que ainda são minoria, mas a prova de que realizam obras importantes está aí”, destaca a diretora do evento, Paula Azenha.

“Com relação à programação formativa, conseguimos oferecer uma gama de atividades promovidas por mulheres que ajudaram a construir o cinema brasileiro desde os anos 60, como a própria Adelia, passando pela produtora Paula Barreto, a atriz Tuna Dwek, até as mais jovens, como Camila Kater, que por pouco não entra no Oscar deste ano com seu curta Carne”, explica André.

“Outro objetivo que buscamos foi entender o papel da mulher no audiovisual em diferentes funções e gêneros cinematográficos: dentro da programação temos palestras sobre documentário, atuação, a mulher no cinema de terror, a distribuição de filmes, entre outros temas e abordagens”, destaca Paula.

Em 2021 ainda acontecerá a sexta edição do Santos Film Fest, de 22 a 29 de junho. Nela será relançada o livro Grandes Interpretações do Cinema Brasileiro, de Waldemar Lopes, e será lançada a autobiografia da atriz Ondina Clais, dentro da Coleção Santos Film Fest, com versão ebook e tiragem limitada de exemplares impressos.

ABAIXO, OS FILMES SELECINOADOS (Assistir aos filmes do Festival e conferir o catálogo completo realizando seu cadastro único aqui.)

CLIQUE NOS TÍTULOS PARA ACESSAR OS FILMES – É PRECISO FAZER CADASTRO PARA CONFERI-LOS.

HOMENAGEM ADELIA SAMPAIO

Sessões duplas Denúncia Vazia (1979, 7’47’’, drama)seguido por Amor Maldito (1984, 75’26’’, drama)17/03, 14h, reprise 22/03, 19h

LONGA-METRAGEM NACIONAL

A Mulher da Luz Própria, 2019, Direção: Sinai Sganzerla, 74’18”, Documentário – 17/03, 19h, reprise 18/03, 15h

Amores Artificiais, 2019, Direção: Roger Davill, Produção executiva: Vanessa Ouro, 116’, Drama – 17/03, 21h, reprise 18/03, 17h

Atravessa a Vida, 2020, Direção: João Jardim, Produção executiva: Gabriela Weeks, 82’, Documentário – 18/03, 19h, reprise 19/03,  15h

Dorival Caymmi – Um Homem de Afetos, 2019, Direção e produção: Daniela Broitman, 93’, Documentário – 18/03, 21h, reprise 19/03, 17h

Fakir, 2019, Direção: Helena Ignez, Produção: Sinai Sganzerla, 92’13”, Documentário – 19/03, 21h, reprise 20/03, 17h

Limiar, 2020, Direção: Coraci Ruiz, Produção: Julio Matos, 77’, Documentário – 20/03,  19h, reprise 21/03,  15h

Mulher Oceano, 2020, Direção: Djin Sganzerla, Produção executiva: Ludmila Patrício, Fernanda Romero, Cavi Borges, 99’59”, Drama – 20/03, 21h, reprise 21/03, 17h      

O Corpo é Nosso!, 2019, Direção e produção: Theresa Jessouroun, 85′, Documentário – 21/03,  19h, reprise 22/03, 15h

Para Onde Voam as Feiticeiras, 2020, Direção: Eliane Caffé, Carla Caffé e Beto Amaral, Produção executiva: Sônia Hamburger, André Montenegro, Rui Pires, 89′, Documentário – 21/03, 21h, reprise 22/03, 17h

Prazer em Conhecer, 2020, Direção: Susanna Lira, 72′, Documentário – 22/03,  19h, reprise 23/03, 15h

Soldados da Borracha, 2019, Direção: Wolney Oliveira, Produção executiva: Margarita Hernández, 82′, Documentário – 22/03, 21h, reprise 22/03, 17h

LONGA-METRAGEM ESTRANGEIRO

A Canção do Tempo/El Canto Del Tiempo, 2019, Direção: Mana García, 69′, Documentário Musical, Argentina – 20/03, 15h, reprise 21/03, 21h

Espíritu Inquieto/Restless Soul, 2019, Direção: Eli-u Pena, Matías Guerreros, 85′, Produção Matias Guerreros, Eli-u Pena, Cristina Elizarzu, Documentário, Uruguai – 20/03, 19h, reprise 21/03, 17h

OBS: OS FILMES ABAIXO FICARÃO DISPONÍVEIS EM TEMPO INTEGRAL NO FESTIVAL DA 0H01 DE 17 DE MARÇO ATÉ AS 15H DE 23 DE MARÇO.

LONGAS – MOSTRA HUMANIDADES

3 Refeições, 2018, Direção: Maria Maia, 120’11”, Documentário

Anjos de Ipanema, 2019, Direção: Conceição Senna, Produção executiva: Aida Marques, 81′, Documentário

Diário Ordinário, 2019, Direção: Paula Fabiana, Duração: 70’10”, Híbrido

Ele Era Assim: Ary Barroso, 2019, Direção: Angela Zoé, Produção executiva: Angela Zoé e Monique Cruz, 52′, Documentário

Henfil, 2018, Direção: Angela Zoé, 74′, Documentário

Inscrições do Tempo no Corpo Presente, 2020, Direção: Kit Menezes, 75’11”, Documentário

Ioiô de Iaiá,  2019, Direção: Paula Braun, Produção executiva: Herica Martins, Julia Paiva, Quézia Lopes, 75’44”, Documentário

Karingana – Licença para Contar, 2018, Direção: Monica Monteiro, Produção: Ana Basbaum, Luciana Pires, Fátima Pereira, São Abdula, 112’34”, Documentário

Mulheres de Havana, 2019, Direção: Gabriela Mo, 75’41”, Documentário

Nowhere, 2020, Direção: Thais de Almeida Prado e Flavia Couto, Produção: Thais Toracio, Flavia Couto, 70′, Documentário / filme diário / autobiografia, Brasil

O Samba é Primo do Jazz, 2020, Direção: Angela Zoé, Produção executiva: Monique Cruz, 70’, Documentário

Sem Tarja, 2019, Direção: Rafaela Uchoa, 81’, Produção: Rafaela Uchoa, Pedro Muniz Câmeras, Documentário

Sonia e Lygia, 2020, Direção: Maria Maia, 73′, Biografia

Tranças, 2019, Direção: Livia Sampaio, 75’32”, Documentário

Zuza Homem de Jazz, 2019, Direção: Janaína Dalri, Produção executiva: Luciana Pires, Monica Monteiro, 91’37”, Documentário

CURTA-METRAGEM NACIONAL

A Terra em Que Pisar, 2020, Direção: Fáuston da Silva, Direção de produção: Liana Farias, 24’, Ficção,

Ada, 2019, Direção: Rafaela Uchoa, 20′, Ficção

Aquilo Que Já Não é Mais, 2020, Direção: Lucila Meirelles, 2’21”, ficção / experimental

As Rendas de Dinho, 2019, Direção: Adriane Canan, Produção executiva: Flávia Person, 25′, Gênero: Documentário

Como Ela Faz?, 2019, Direção: Tatiana Villela, Produção: Sylvio Rocha, 22’, Documentário

Extratos, 2019, Direção e produção: Sinai Sganzerla, 8’, Documentário/Drama

Julieta de Bicicleta, 2018, Direção: Juliana Sanson, 15’

Margaridas de Pernambuco em Marcha, 2019, Direção: Shaynna Pidori, Gleiceani Nogueira, 25’, Documentário

Perifericu, 2019, Direção: Nay Mendl, Rosa Caldeira, Stheffany Fernanda e Vita Pereira, Produção executiva: Nayara Ferreira, Wellington Amorim, 20’05”, Ficção

Primavera de Ferro, 2021, Direção: J.R.R. Pereira, 15’41”, Drama

Querida!, 2020, Direção: Geovane Camargo, Duração: 14’, Gênero: Drama

Sábado Não é Dia de Ir Embora, 2020, Direção e produção executiva: Luísa Giesteira, 19’, Drama

CURTA-METRAGEM ESTRANGEIRO

Destino Trágico, 2020, Direção: Rubén Faustino, Mejía Maguiña, Duração: 12’10”, Drama – Suspense, Peru

El Chicle/Bubble Gum, Ano: 2020, Direção: Karina Grinstein, 13’05”, Mudo – Ficção, Argentina

Ese Furioso Deseo Sin Nombre, 2019, Direção: Florencia Colman, Produção: Fernanda Vidigal, 12’11”, Documentário experimental, Brasil /Cuba

Incendio en Falda del Carmen, 2021, Direção: Candelaria Silvestro, Wolfgang Pannek, 15’32”, Documentário experimental, Argentina

O Sabor do Mar/The Taste of The Sea, 2020, Direção: Katsiaryna Drozhzha e Lucas Bois, 22’42”, Documentário, Portugal

Sonata Para Un Calendario/Sonata For A Calendar, 2016, Direção: Carmen Rosa Vargas, Produção: Mario Taglione, José Vargas Babbini, 19′, Drama, Peru

The Dilemma of Animals, 2020, Direção: Carolina Schaller, 3’27”, Comédia – Experimental, Argentina

MOSTRA HUMANIDADES – CURTAS

Blandina, 2019, Arthur Micheloto, Direção de produção:  Ana Carolina Ricarte, Ju Marques, 13’47”, Ficção

Clausura, 2017, Direção: Mariana França e Gildo Antonio, 25′, Documentário

Dias Felizes, 2020, Direção: André Santos, Produção executiva: Babi Baracho, 13’19”, Ficção,

Helenas, 2019, Direção: Lucas Bovo e Hiago Netto, Produção: Giulia Hostins, Bruna Santos, Gabyy Mendes, Gaby Gusmão, Larissa Costa, Camilla Pereira19’39”, Ficção

Jeitinho Brasileiro, 2019, Direção: Dayana Santos e Luana Marques, Direção de produção: Gabrielly de Gusmão, Mariana Nogueira12’58”, Documentário

Mar-celo, 2019, Direção: Arthur Lotto, Direção de produção: Gabyy Mendes, 11’51”, Documentário

Mulheres de Fé, 2019, Direção: Bruna Santos e Dalila Ramos, Direção de produção: Direção de Produção: Giulia Hostins, Rafaela Ciriaco,  Wuyza Oliveira,17’24”, Documentário

Neguinho, 2020, Direção: Marçal Viana, Produção: Erica de Freitas, 20’15”, Ficção/Drama

O Barco e o Rio, 2020, Direção: Bernardo Ale Abinader, Produção executiva: Hamyle Nobre, 17′, Ficção

O Mundo de Dentro, 2020, Direção: Adelia Sampaio, 8’19’’, Drama

Quando Elas Cantam, 2018, Direção: Maria Fanchin, 28′, Gênero: Documentário

Vagine-se, 2021, Fabiana Blanco, 25’44”, Documentário experimental

Vila dos Pescadores – Da Pesca ao Povo, 2019, Direção: Cintia Neli da Silva Inacio e Geovanne Rafael V. da Silva, Produção: Ana Carla da Silva, Maria Marta de Jesus, Marly Vicente da Silva, Natalia Cristine da Silva Alberto, Natália Dionízio Pereira Santos, Rosemary C. Gomes da Silva, Talitha dos Santos Simões15’26”, Documentário

MOSTRA REGIONAL – CURTAS

ANA, 2017, Direção: Vitória Felipe, 16’44”, Ficção, Santos

Cápsula, 2020, Direção: Victoria Lam, 6’31”, Documentário, Santos, SP

Sem Filtro, 2020, Direção: Louise Ribeiro / Co-Direção Vitória Campos, Direção de produção: Vania Liz, 19’35”, Documentário, Santos

Meu Corpo, Meu Templo, 2020, Direção: Alice Oliveira e Janaína Demésio, 21’22”, Documentário, Santos

Não Somos Heróis, 2020, Direção: Celso Leandro e Fabíola Moura, Diretora de produção: Fabíola Moura, 21’59”, Documentário, Santos

Santos Bittencourt, 2019, Direção: Pâmela Marilange, 10’48”, Drama, São Vicente

Rosa dos Ventos, 2021, Direção: Carlos Oliveira, Produção: Tatiana Justel, 16’05”, Videodança / Experimental, Santos

Somática, 2020, Direção: Weverton Silva, 18’59”, Ficção, Santos

SESSÃO HORS CONCOURS

Meu Nome é Jacque,2016,Direção: Angela Zoé, 72’, Documentário

SESSÃO ESPECIAL

Asilo – A Última Curva da Vida, 2018, de João Normando e Mari Cardoso, 106’, Drama.

PROGRAMAÇÃO FORMATIVA


– Todas as atividades formativas são gratuitas, mas algumas precisam de inscrição prévia.
– Para se inscrever acesse:
https://www.even3.com.br/sff2021online/.
Em “Inscrições” adicione “1” e “compre” o ingresso.
– Preencha os dados solicitados e confirme.
– Confira o resumo do pedido e conclua a “compra” gratuitamente.
– Sua inscrição no evento está confirmada.
– Ao clicar em “Participar das atividades”, acesse o menu completo de todas as atividades formativas do festival.
– Participe da atividade que você tem interesse clicando em “Realizar inscrição”.
– Pronto, já está inscrito na atividade. Você receberá um e-mail de confirmação da sua inscrição.
– Ao se inscrever em qualquer atividade formativa do festival, o aluno receberá certificado de participação, e concorrerá a sorteios de camisetas do festival, livros da Coleção Santos Film Fest (cujas tiragens tem número de exemplares limitado) e cupons com 100% de desconto para trilha sonora na plataforma Kiwiii.

Terça – 16/03, 19h30 – Abertura do Santos Film Fest edição on-line
Bate-papo com a cineasta Adelia Sampaio.
Com mediação de Vitoria Felipe (cineasta) e Paula Azenha
Ao vivo nas redes sociais do festival e do Sesc Santos
Atividade com intérprete de libras

Quarta – 17/03 das 16h às 17h30 – Bate-papo Um olhar sobre a queda do matriarcado a partir de três mulheres míticas representadas em filmes
Com Ondina Clais, atriz e madrinha do Santos Film Fest). Mediação: André Azenha
Ao vivo nas redes sociais do festival
Atividade com intérprete de libras

Quarta – 17/03 das 18h às 19h – Bate-papo com júri internacional – Perspectivas do cinema pós pandemia

Com Andrea Pasquini: cineasta, Jamer Guterres de Mello, pesquisador e professor doutor em Comunicação na Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi (PPGCOMUAM) e Nágila Guimaraes: co-fundadora da WIFT Brasi e produtora.
Ao vivo nas redes sociais do festival
Atividade com intérprete de libras

Quarta – 17/03 das 19h às 20h30 – Masterclass com a cineasta Paula Barreto, cineasta e produtora
Com mediação: André Azenha e Paula Azenha
Ao vivo nas redes sociais do festival

 
Quinta – 18/03 das 14h às 15h30 – Bate-papo sobre criação e pesquisa para documentários no Brasil
Com Angela Zoé: cineasta, Rita Marques: consultora para pesquisa documental, e Marcos Souza: compositor musical. Mediação de Barbara Farias.
Ao vivo nas redes sociais do festival

Quinta – 18/03 das 16h às 17H30 – Bate-papo As facetas do Tarzan no cinema.
Com Celso Ronald, professor e doutorando em Comunicação pela Universidade Anhembi Morumbi (PPGCOMUAM), Paulo Telles: escritor, crítico de cinema e radialista, Medição: André Azenha, diretor do Santos Film Fest
Ao vivo nas redes sociais do festival

Quinta 18/03 das 18h às 19h30 – Bate-papo com júri nacional
Com Julia Katharine: atriz, roteirista e cineasta, Maristela Sanches Bizarro: cofundadora da WIFT Brasil – Women in Film & Television Brasil, Mestre em Comunicação e Semiótica, Liz Reis: Atriz e produtora-sócia da LEP Filmes, Rogério Ferraraz: pesquisador e professor doutor em Comunicação na Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi (PPGCOMUAM).
Ao vivo nas redes sociais do festival
Atividade com intérprete de libras

Quinta 18/03 das 19h30 às 21h00  Bate-papo com a cineasta Júlia Rezende
Ao vivo nas redes sociais do festival

Sexta 19/03 das 14h às 16h – Masterclass: O horror que nos pertence: mulheres e o gênero maldito.
Com Laura Loguercio Cánepa: Doutora em Multimeios e Coordenadora do Programa de Pós-Graduação em Comunicação da Universidade Anhembi Morumbi.
Ao vivo nas redes sociais do festival     
Atividade com intérprete de libras            

Sexta 19/03 das 18h às 19h30 – Bate-papo com júri regional
Com Kamilli Semenov: cineasta, Tamirys O’hanna: atriz, Wanderley Augusto Camargo: professor e coordenador do curso de Audiovisual da Universidade Católica de Santos e Eduardo Cavalcante: professor no curso de Jornalismo e gestor de mídia da Universidade Católica de Santos
Ao vivo nas redes sociais do festival
Atividade com intérprete de libras

Sexta 19/03 das 19h30 às 21h – Exibição do filme Carne seguido da Masterclass com a cineasta Camila Kater
Ao vivo nas redes sociais do festival

Sábado 20/03 das 14h às 17h – Palestra sobre a trajetória e análise da filmografia da atriz Sonia Braga.
Com Waldemar Lopes: artista plástico e crítico de cinema. Maior especialista da atriz no país e colecionador de itens da artista.
Ao vivo nas redes sociais do festival

Domingo 21/03, das 16h30 às 18h – Palestra sobre a representatividade feminina no cinema de super-heróis
Com Lilliam Tavares, historiadora e colecionadora
Ao vivo nas redes sociais do festival

Domingo 21/03 das 19h às 20h30Bate-papo “Ela é muitas” com Tuna Dwek. Mediação de Barbara Farias.
Ao vivo nas redes sociais do festival

Segunda 22/03 das 14h às 18h – Oficina de Videodança.
Com Eduardo Ferreira, cineasta
Idade mínima: 16 anos
Vagas: 50
Inscrição prévia necessária.
Plataforma usada: Zoom

Segunda 22/03 das 16h ás 17h – Bate-papo sobre legendagem de filmes Com Pepe Gomes, professor e Mestre em Tradução Literária.

Terça 23/03 das 14h às 17h – Workshop Do roteiro às telas – A visão de um diretor, com Sérgio Rezende
Vagas: 50
Idade mínima: 16 anos
Inscrição prévia necessária.
Plataforma usada: Zoom

23/03 das 14h às 15h30 – Palestra Por que Amamos Esta Canção? – Os temas mais marcantes do cinema nacional
Com Rogério Baraquet, músico
Vagas: 50
Inscrição prévia necessária.
Plataforma usada: Zoom

Terça 23/03 das 19h30 às 20h30 – Encerramento do festival e divulgação dos selecionados.
Com Vanessa Machado (jornalista, mestra de cerimônias) e os diretores do festival Paula Azenha e André Azenha
Atividade com intérprete de libras

ATIVIDADES COM CURADORIA DA WIFT BRASIL – WOMEN IN FILM AND TELEVISION

A WIFT Brasil – Women In Film & Television, presente no Brasil desde 2013, faz parte de uma rede mundial de mulheres, iniciada nos anos 70 em Los Angeles como reação ao desequilíbrio de gênero no setor audiovisual. A rede, presente em todos os continentes, proporciona suporte profissional, oportunidades de networking e reconhecimento para mulheres que trabalham em cinema, televisão e mídias digitais. Confira as atividades formativas com curadoria da WIFT Brasil nesta edição especial online do Santos Film Fest.

Quinta 18/03, sexta 19, sábado 20, e domingo 21/03, das 14h às 16h
Oficina Um minuto para o fim da violência contra a mulher
Com Maristela Sanches Bizarro, co-fundadora da WIFT Brasil, Mestre em Comunicação e Semiótica, Ana Rita dos Santos Ferreira: psicóloga e Jerusa Macedo: gerente da plataforma de trilha sonora Kiwiii.
Público-alvo: mulheres a partir de 15 anos;
Vagas: 50
Inscrição prévia necessária.
Plataforma usada: Zoom

Segunda, 22/03, das 19h às 20h30 – Palestra: O processo de produção e direção dos testes de elenco.
Com Paula Pretta, atriz e diretora de elenco.
Ao vivo nas redes do festival

O FESTIVAL

Realizado com sucesso em 2014 e 2015, ainda como Mostra Cine Brasil Cidadania, reunindo filmes de longa-metragem brasileiros contemporâneos inéditos na Baixada Santista, a partir de 2016, com a inclusão de produções estrangeiras e a necessidade de atender à demanda e aumentar a programação, passou a se chamar Santos Film Fest – Festival Internacional de Cinema de Santos.

Nestes cinco anos, exibiu cerca de 300 filmes, nacionais e internacionais, promoveu mais de 80 atividades formativas gratuitas entre bate-papos, oficinas e masterclasses, além de exposições e apresentações musicais com artistas regionais, envolvendo mais de 400 profissionais das mais diversas áreas culturais.

O Festival vem ressaltando a importância da representatividade, com filmes e presenças de artistas negros, LGBTQIA+, mulheres, e nesta edição especial, que acontece entre os dias 16 e 23 de março, dá protagonismo à presença das mulheres no mercado audiovisual.

Com o tema De Retomada à Retomada: Resistiremos!, a primeira edição online do Festival, em 2020, exibiu aproximadamente 70 filmes, através da plataforma de streaming Videocamp,  tornando-o um evento bem mais amplo, alcançando diversas cidades no Brasil e países como África do Sul, Alemanha, Argentina, Chile, Estados Unidos, Filipinas, Holanda, Itália, Irlanda, Irlanda, Japão, Portugal, entre outros.

SANTOS E O CINEMA

A relação da cidade com o cinema nasceu em 1897, com sua primeira exibição cinematográfica, e, a partir daí, os santistas se apaixonaram pelo cinema, chegando a ser a cidade com maior número de salas por habitante do Brasil nos anos 30, a famosa “Cinelândia” – hoje tem 22 salas comerciais e 5 públicas de cinema, além de cineclubes, projeto de cinema itinerante e cursos de graduação e pós-graduação em audiovisual.

Na Baixada Santista, importantes festivais pavimentaram o caminho, como o Festival de Guarujá, nos anos 70, e o Festival de Cinema Brasileiro de São Vicente, na virada do século. O Santos Film Fest presenteou a baixada com um festival internacional apresentando longas-metragens e sua maior edição foi em 2018, com mais de 100 filmes – pela primeira vez na região um festival apresentou programação tão extensa.

Santos Film Fest – Festival de Cinema de Santos – edição especial online é realizado através do ProAC, Programa de Ação Cultural da Secretaria de Cultura e Economia Criativa do Governo do Estado de São Paulo, com recursos da Lei Aldir Blanc, Ministério do Turismo, Governo Federal, com apoios do Sesc Santos, UniSantos, Kiwiii e Associação dos Artistas e TV Tribuna (afiliada Globo na Baixada Santista e Vale do Ribeira). A produção é do CineZen Cultural. O evento é dirigido pelos produtores André Azenha e Paula Azenha.

Live de divulgação dos filmes selecionados.

www.santosfilmfest.com

www.youtube.com/santosfilmfest

www.facebook.com/santosfilmfest 

www.instagram.com/santosfilmfest

Whatsapp para dúvidas sobre as inscrições: +55 13 99614-0963.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

WordPress.com.

Acima ↑

<span>%d</span> blogueiros gostam disto: